Please use another Browser

It looks like you are using a browser that is not fully supported. Please note that there might be constraints on site display and usability. For the best experience we suggest that you download the newest version of a supported browser:

Internet Explorer, Chrome Browser, Firefox Browser, Safari Browser

Continue with the current browser

Fábrica da Siemens em Portugal aumenta 60% da capacidade e contrata mais de 100 pessoas

O anúncio do reforço da capacidade da Fábrica de Quadros Elétricos da Siemens Portugal  foi feito na presença do Primeiro-Ministro, António Costa, do Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, e do Presidente Executivo da Siemens Portugal, Pedro Pires de Miranda.
Esta expansão deve-se ao aumento da procura deste tipo de quadros de baixa tensão, devido à qualidade destes equipamentos ‘Made in Europe’. Este ‘selo’ é uma referência para as grandes empresas que não querem arriscar ter paragens no fornecimento de energia às suas instalações, por falhas técnicas.
“Este reforço da Fábrica de Quadros Elétricos de Corroios vai ter um impacto local positivo, com a criação de 102 novos postos de trabalho, mas vai também contribuir para as exportações da empresa e do país, uma vez que esta unidade produz quase exclusivamente para o mercado internacional”, disse Fernando Silva, director da divisão Energy Management da Siemens Portugal, acrescentando que “os quadros aqui produzidos são utilizados por sectores de actividade críticos, como data centers e hospitais, mas também por indústrias de consumo intensivo de energia, de que são exemplo  a petroquímica, o petróleo e gás e a pasta e papel, entre outras”.
A fábrica de Corroios, que conta actualmente com 154 colaboradores, exporta 85% dos quadros que produz. Nos últimos cinco anos, a produção teve como destino 56 países nos cinco continentes.
Este aumento da produção vai ser feito nas linhas que a fábrica tem atualmente, com as linhas de montagem, electrificação, ensaios e armazém a trabalhar em dois turnos, e as áreas de máquinas (pré-fabricação de chapa e cobre) a operar em três turnos. A empresa vai ainda investir nesta unidade para fazer face ao aumento de produção, através, por exemplo, da digitalização dos sistemas logísticos operacionais, nomeadamente das atividades de picking1  e gestão de armazém, e da instalação de um sistema semiautomático para ensaios elétricos.
Recorde-se que esta unidade fabril já havia sido selecionada em 2017 pela Siemens AG para receber uma nova linha de produção do modelo SIMOSEC, quadro elétrico modular de média tensão.
Saiba mais sobre a Fábrica de Quadros Elétricos da Siemens Portugal em www.siemens.pt/fabrica
1 separação e preparação de pedidos

For this press release

Sobre a Siemens Portugal A Siemens está em Portugal há 113 anos empregando atualmente 2.469 profissionais. A Siemens sedeou em Portugal vários centros de competência mundiais nas áreas da energia, infraestruturas, tecnologias de informação e serviços partilhados, que exportam soluções e serviços made in Portugal para os cinco continentes. Para mais informações, visite www.siemens.pt ou https://twitter.com/SiemensPortugal
Ler mais
A Siemens AG (Berlim e Munique) é um grupo tecnológico global, que se destaca há mais de 170 anos pela excelência da sua engenharia, inovação, qualidade, fiabilidade e internacionalidade. A empresa está presente em todo o mundo, com enfoque especial nas áreas da produção e distribuição de energia, infraestruturas inteligentes para edifícios, sistemas de produção distribuída de energia, assim como de automação e digitalização nas indústrias de processo e transformadoras. Através da empresa Siemens Mobility, com gestão separada, fornecedor líder de soluções de mobilidade inteligente para o transporte ferroviário e rodoviário, a Siemens está a ajudar a moldar o mercado mundial de serviços de transporte de passageiros e de cargas. Através da sua posição maioritária nas empresas cotadas em bolsa Siemens Healthineers AG e Siemens Gamesa Renewable Energy, a Siemens é também um fornecedor líder mundial de tecnologia médica e de serviços de cuidados de saúde digitais, assim como de soluções “verdes” para produção de energia eólica, onshore e offshore. No ano fiscal de 2018, findo a 30 de setembro de 2018, a Siemens gerou receitas de 83 mil milhões de euros e um resultado líquido de 6,1 mil milhões de euros. No fim de setembro de 2018, a Siemens empregava mundialmente cerca de 379.000 colaboradores. Mais informações disponíveis em www.siemens.com.
Ler mais

Contacto

Rita Silva

Siemens SA

+351 96 458 24 99